Este website usa cookies para melhorar a navegação dos nossos utilizadores. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Fechar ou Saber Mais
Inquérito
Gostaria de ter Internet wireless gratuita por toda a freguesia?
Excelente Ideia!
Já deveria estar!
Não!
Junta de Freguesia - História da Terra

DATAS IMPORTANTES NA HISTÓRIA DA TERRA


Apresentação cronológica, a partir de finais do Séc. XVII, de acontecimentos que marcaram o território e a população da actual Freguesia do Jardim da Serra¹

 

1683 – MORGADIO: Gonçalo de Faria Leal dita o seu testamento, no qual pretende instituir um morgadio, com base nas terras que possuía, no Sítio do Foro.

1684 - CAPELA DO FORO: Mónica de Aguiar Ferreira, esposa de Gonçalo de Faria Leal, manda edificar a Capela do Foro, com a invocação de Nossa Senhora do Socorro, por vontade de seu marido expressa, em testamento.

1.º Quartel do Século XIX –  QUINTA DO JARDIM DA SERRA: O Cônsul Inglês Henry Veitch passa a ser o dono das terras do vale da Ribeira do Jardim da Serra, bem como de parte das terras do vale da Ribeira do Cabral, nelas construindo uma das mais belas Quintas da Ilha da Madeira.

1924 - “REVOLTA DOS CURRALEIROS”: A população do Curral das Freiras revolta-se contra a aplicação de um imposto camarário, sobre produtos vendidos para fora do Concelho. Alguns habitantes do Jardim da Serra participam nesta revolta.

1932(?) - QUINTA DAS ROMEIRAS: O Dr. Alberto Araújo procede à construção da Quinta das Romeiras, para casa de campo, com base em projecto elaborado pelo Arquitecto Raul Lino.

1936 - “REVOLTA DO LEITE”: Os produtores de leite da Ilha da Madeira revoltam-se contra o Decreto-Lei 26.655 que instituía o monopólio, na indústria de lacticínios. Os habitantes do Jardim da Serra, produtores de leite, participam nesta revolta. Muitos dos revoltosos ficam, durante alguns meses, presos no Lazareto: alguns deles são enviados, na situação de prisioneiros, para o Forte de Elvas, onde cumprem uma pena de cerca de 2 anos.

1954 - «FESTA DAS CEREJAS»: O Dr. António Vitorino de Castro Jorge, com o apoio de alguns comerciantes e de alguns produtores de cereja, dinamiza, na zona das Corticeiras, a 1º Edição da “Festa das Cerejas”. 

1960 - PARÓQUIA DE SÃO TIAGO: Dom David de Sousa, Bispo do Funchal, formaliza o Decreto sobre a Actualização das Paróquias na Diocese. São criadas 50 novas paróquias, entre elas, a Paróquia de São Tiago, sediada na Capela do Foro. Os limites, “de facto”, da Paróquia são os actuais limites da Freguesia.

1968(?) - MISSA NA IGREJA DAS CORTICEIRAS: O Padre João de Jesus celebra Missa na nova sede paroquial, ainda em construção, localizada nas Corticeiras.

1975 - COOPERATIVA: O Padre Mário Tavares Figueira, com um grupo de paroquianos, funda a CAL – Cooperativa de Produção e Consumo – Liberdade. Esta instituição visa o desenvolvimento sócio-económico da localidade.

1988 - JORNALINHO JARDIM DA SERRA: Uma equipa de jovens da Paróquia de São Tiago, membros do Grupo de Teatro, apoiada pelo Pe. Mário Figueira, procede à publicação da 1ª Edição do Jornalinho Jardim da Serra.

1989 - GRUPO DE CIDADÃOS ELEITORES: O Padre Mário Tavares Figueira, com uma equipa de paroquianos, organiza o Grupo de Cidadãos Eleitores “Seremos Freguesia Jardim da Serra”. A lista de candidatos apresentada pelo Grupo, às eleições autárquicas desse ano, foi a mais votada, nas mesas de voto existentes, na área correspondente à futura Freguesia.

 1990 - CROSS DA CEREJEIRAS EM FLOR: A Junta de Freguesia do Estreito de Câmara de Lobos, presidida pelo Dr. Manuel Pedro de Freitas, em colaboração com o Grupo Social e Desportivo do Estreito, presidido pelo Senhor Alcides Nóbrega, realizam a 1ª Edição do Cross das Cerejeiras em Flor, com o objectivo de promover o atletismo e a Freguesia do Estreito.

1991 - ASSOCIAÇÃO CULTURAL E DESPORTIVA: O Dr. Manuel Neto, com um grupo de pessoas do Jardim da Serra, funda a Associação Cultural e Desportiva do Jardim da Serra, com o objectivo de dinamizar, com base institucional, a cultura e o desporto na localidade.

1993 - GRUPO DE TOCARES E CANTARES: A professora Cecília de Freitas Faria Gonçalves e um grupo de pessoas ligadas à Associação Cultural e Desportiva do Jardim da Serra e à Paróquia de São Tiago criam o Grupo de Tocares e Cantares do Jardim da Serra.

1994 - DELIMITAÇÃO GEOGRÁFICA DA NOVA FREGUESIA: O Dr. Manuel Neto elabora uma proposta para delimitação Geográfica da nova freguesia, por desanexação da Freguesia do Estreito de Câmara de Lobos. Os membros do Grupo de Cidadãos Eleitores apresentam essa proposta à Assembleia Legislativa da Madeira. Os limites da nova autarquia deveriam coincidir com os limites, “de facto”, da Paróquia de São Tiago. Mais tarde e após auto de medição efectuada pela Delegação Regional do Instituto Português de Cartografia e Cadastro, verificou-se que essa delimitação correspondia a 714 hectares. Esta proposta viria a ser integralmente aceite por esta Assembleia Legislativa, no ano de 1996, aquando da criação da Freguesia do Jardim da Serra.

1996 - ELEVAÇÃO DO JARDIM DA SERRA A FREGUESIA: A Assembleia Legislativa da Madeira, no dia 21 do mês de Maio, aprova, por unanimidade, o Decreto legislativo Regional, n.º 11/96/M que eleva o Jardim da Serra à categoria de freguesia, correspondendo assim às aspirações da população que vinham sendo manifestas, de forma activa e diversa, desde o ano de 1989. Este decreto foi publicado no Diário da República-Série A, em 4 de Julho do ano 1996. A Assembleia de Freguesia estabeleceu que, nesta data, seria comemorado o Dia da Freguesia.

1997 - COMISSÃO INSTALADORA DA NOVA FREGUESIA: Os 15 membros que integram a Comissão Instaladora da Freguesia do Jardim da Serra, reunidos nos Paços do Concelho de Câmara de Lobos, tomam posse e elegem Manuel Neto para presidente desta comissão.

1997 - CASA DO POVO DO JARDIM DA SERRA: O Dr. Manuel Neto, D. Zita Maria dos Santos e um grupo de subscritores fundam a Casa do Povo do Jardim da Serra, a qual passará a organizar a Festa da Cereja e integrará o Grupo de Tocares e Cantares do Jardim da Serra.

1997 - ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS DO ANO 1997. 1.ª ELEIÇÃO PARA OS ÓRGÃOS DA NOVA FREGUESIA: Os eleitores do Jardim da Serra elegem a lista de candidatos apresentada pelo Grupo de Cidadãos Eleitores “Unidos pelo Jardim da Serra”, para orientar esta Freguesia, durante o mandato autárquico 1997-2001. O Dr. Manuel Neto é eleito 1º Presidente da Junta de Freguesia. José Isidoro Gomes de Ornelas exerce as funções de 1º Presidente da Assembleia de Freguesia.

1998 - “CUIDAR DO AMBIENTE É UM DEVER DE TODA A GENTE”: A Junta de Freguesia lança a campanha “Cuidar do Ambiente é um Dever de Toda a Gente”. Esta campanha ocorre, anualmente, entre os meses de Setembro e Outubro e serve para sensibilizar a população, para necessidade de preservar o ambiente. Procede-se à recolha de toneladas de lixo e de ferro velho, nos arrabaldes, nas serras e nas ribeiras da freguesia.

1998 - TEMPOS DE FRUTICULTURA: A Junta de Freguesia organiza a campanha Tempos de Fruticultura. Esta campanha realiza-se, anualmente, entre os meses de Janeiro e Março. Tem uma parte formativa, com conferências sobre fruticultura e demonstrações de poda e de enxertia. A actividade mais visível consiste na enxertia de árvores de fruto, a título gratuito, nos pomares dos agricultores.

1998 - NOVA ENTIDADE ORGANIZADORA DA FESTA DA CEREJA: A Festa da Cereja deixa de ser organizada pela Casa do Povo do Estreito e passa a ser dinamizada pela recém-criada Casa do Povo do Jardim da Serra.

1999 - NOVA ENTIDADE ORGANIZADORA DO GRANDE PRÉMIO DAS CEREJEIRAS EM FLOR: O Grande Prémio das Cerejeiras em Flor deixa de ser organizado pelo C.D. do Estreito e passa a ser organizado pela Associação Cultural e Desportiva do Jardim da Serra, com o lema “Promover e Divulgar a Ruralidade”.

2001 - CENSOS 2001: o Jardim da Serra, enquanto Freguesia, tem o seu 1.ºrecenseamento à população e à habitação, durante a Primavera deste ano. Conclui-se que o Jardim da Serra tem 3 707 habitantes.

2003 - ESTALAGEM “QUINTA DO JARDIM DA SERRA”: José Gomes Bonifácio abre a Estalagem “Quinta do Jardim da Serra”, a primeira unidade de turismo na Freguesia. Este investimento visa preservar e rentabilizar o património botânico e arquitectónico existente naquela propriedade.

2004 - CENTRO CÍVICO: O Presidente do Governo Regional, Dr. Alberto João Jardim, inaugura o Centro Cívico do Jardim da Serra. Este centro integra os seguintes serviços e instituições: Centro de Saúde, Centro de Dia, Segurança Social, Casa do Povo e Junta de Freguesia.

2005 - CONJUNTO HABITACIONAL: O Presidente do Governo Regional inaugura o Conjunto Habitacional do Jardim da Serra. Este empreendimento da empresa pública Investimentos Habitacionais da Madeira é constituído por 25 fogos de habitação social.

2006 - GRUPO DESPORTIVO CORTICEIRAS: Um grupo de pessoas do Jardim da Serra cria o Grupo Desportivo Corticeiras, para promover o desporto na localidade.

2009 - DEDICAÇÃO DA NOVA IGREJA: O Bispo da Diocese do Funchal, Dom António Carrilo, procede à dedicação da Nova Igreja Paroquial, situada no centro da freguesia.

2010 - TEMPESTADE DE 20 DE FEVEREIRO: A trágica tempestade que se abateu sobre a Ilha da Madeira também se fez sentir no Jardim da Serra. As encostas cederam e provocaram enormes estragos, a torrente das ribeiras arrastaram tudo aquilo que havia no leito e nas margens, algumas casas foram destruídas; houve uma morte e alguns feridos, a lamentar.

2011 - CENSOS 2011: o Jardim da Serra, enquanto freguesia, tem o seu 2.º Recenseamento à População e à Habitação, durante a Primavera deste ano. Conclui-se que o Jardim da Serra tem 3 318 habitantes(dados preliminares).

2011 - INCÊNDIO NAS SERRAS: Dois violentos incêndios, um vindo do Curral das Freiras, outro vindo das Serras do Campanário, convergem nas serras da Freguesia, carbonizando a área florestal e pondo em risco diversas moradias e o próprio Posto Florestal do Jardim da Serra.

2011 - CARTA DO POVO DO JARDIM DA SERRA: O Povo do Jardim da Serra dirige ao Exmo. Senhor Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira uma carta em Defesa da Freguesia contra as pretensões do Governo da República que visa eliminar Freguesias em todo o País, manifestado no Livro Verde para a Reforma da Administração Local.

2011 - APROVAÇÃO DE RESOLUÇÃO CONTRA A REFORMA DA ADMINISTRAÇÃO LOCAL: A Assembleia Legislativa da Madeira analisa as petições apresentadas por forças políticas e pela população do Jardim da Serra e aprova, por unanimidade, uma “resolução”, na qual fica determinado “que não se aplicará a esta Região Autónoma nada do que decorra do disposto, no Documento Verde da Reforma da Administração Local de 2011”.

 


Nota 1: Dados preliminares e incompletos de um documento que se encontra em elaboração.
 

   
Estatísticas
Temos 13 visitantes online.
Visitas: 942.082
Login
Email:
Password:
     
Criar novo registo
Recuperar Password
Agenda de Eventos
  Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Ok-Portugal